Curiosidades

Os Crimes Mais Chocantes da História do Rock

Publicado em 24.06.2021 |
8 visualizações

O rock n`roll sempre foi sinônimo de rebeldia e curtição. Só que muitas vezes os músicos passam dos limites. Infelizmente, esses fogem do controle. A seguir teremos 5 casos dos crimes que mais chocaram o mundo do rock.


5. Ozzy Osbourne.

Embora seja verdade que uma vez Ozzy tenha arrancado a cabeça de um morcego (ele achava que era de borracha) e sua "punição” acabou sendo choques anafiláticos por conta do bicho. Ozzy acabou se metendo em problemas com a lei em 1982 quando ele se “aliviou” em uma estátua de 20 metros na cidade de Santo Antônio no Texas. Ele acabou sendo preso por urinar em público e foi multado em apenas 40 dólares, sendo proibido de se apresentar na cidade por uma década.

ozzy


4. Michael Todd - Coheed and Cambria.

O baixista da banda Coheed and Cambria, Michael Todd, fez uma rápida parada na farmácia e mostrou para a atendente seu celular, lhe dizendo que ele havia uma bomba e que ele só não a detonaria se ela lhe desse oxycontin, em seguida o baixista deixou o local com 6 frascos do analgésico e pediu um táxi para Comcast Center (é o segundo prédio mais alto da cidade da Filadélfia). Pouco depois foi preso. Ele foi condenado a um ano de prisão domiciliar e três anos de condicional. Em 2013 ele foi expulso da banda, Todd também admitiu golpear fãs prometendo vender itens do Coheed, que na verdade ele não tinha.

michael


3. Gaahl - Gorgoroth

Em 1998, o norueguês Gaahl se juntou à banda de black metal Gorgoroth.
Uma banda que tem nos palcos de seus shows cabeças de animais empalhados como de ovelhas, símbolos satânicos e simulações de crucificação realizados por modelos peladas cobertas de sangue. Mas Gaahl levou as coisas longe demais em 2002, quando ele foi preso por onze meses por assaltar um homem, e novamente em 2005, quando ele foi preso por nove meses por torturar um homem durante seis horas, coletando seu sangue em um copo e o fazendo beber.
Gaahl disse que estava agindo em legítima defesa ambas as vezes.

gaahl

2.Varg Vikernes - Burzum e MAyhem

Varg Vikernes é lendário no black metal por conta do seu projeto solo, o Burzum, e do seu tempo no Mayhem, mas mais famoso ainda é por causa de seu histórico de violência fora dos palcos. Em 1992, Vikernes incendiou três igrejas na Noruega e, no ano seguinte, esfaqueou até a morte o guitarrista do Mayhem Øystein 'Euronymous' Aarseth. Em 1994, ele foi sentenciado a 21 anos de prisão pelo assassinato e pelos incêndios, mas foi solto em liberdade condicional em 2009. Agora com 41 anos, Vikernes vive na França e insiste que matou Aarseth em legítima defesa e não queimou todas as igrejas, embora ele tenha ajudado.

varg


1.Ian Watkins - Lostprophets

Frontman e fundador da banda Lostprophets, Ian Watkins sempre teve muitos seguidores. Mas em 2012, ele usou dessa posição para explorar suas fãs mais jovens, abusando sexualmente de crianças e até pensou em estuprar uma menininha de um ano. Depois de duas acusações, Watkins, hoje com 37 anos, foi acusado de posse de pornografia infantil e se declarou culpado de 13 acusações de abuso sexual infantil, incluindo duas tentativas de estuprar bebês. Watkins foi considerado uma ameaça para sociedade e foi condenado a 35 anos de prisão

ian